Nova Prata - Quarta, 18 de Julho de 2018
Logo
Especiais Nova Prata - RS, 06/02/2014 - 21:23 por Jornal Popular
Elisa Volpatto está no elenco de Doce de Mãe da Rede Globo

O Elenco de Doce de Mãe

Foto: Ellen Soares - TV Globo

Na quinta-feira, 30 de janeiro, logo após o Big Brother Brasil estreiou na Rede Globo, a série Doce de Mãe, que tem a atriz Fernanda Montenegro como protagonista e está mais genial do que nunca. A co-produção é da Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo e a direção de núcleo de Guel Arraes. Serão 14 episódios, todas as quinta-feiras. Doce de Mãe conta a história de dona Picucha, interpretada por Fernanda Montenegro, e seus quatro filhos, vividos por Louise Cardoso, Matheus Nachtergaele, Mariana Lima e Marco Ricca. Fernanda Montenegro recebeu pela personagem, o Emmy Internacional, considerado o Oscar da TV mundial. Ela foi a primeira brasileira a ganhar na categoria de melhor atriz, por sua atuação no especial de fim de ano "Doce de Mãe", da TV Globo.

"A gente gravou muitas coisas no Projac e outras em Porto Alegre, já que a história se passa lá. Esperamos que essa parceria ainda renda muitos frutos", destacou o diretor Jorge Furtado.

A pratense Elisa Volpatto, que dá vida a Carolina, neta mais velha de dona Picucha, contou que já conhecia o trabalho da Casa de Cinema há algum tempo. "Já trabalhei bastante com a Casa, eles são um pouco meus padrinhos", brincou a atriz que disse estar muito feliz e emocionada com o projeto. Elisa não poupou elogios ao seriado. "Os roteiros são excelentes, uma forma de escrever que engrandece os personagens e isso é uma coisa muito única, precisa e singular. É uma alegria imensa fazer parte de um projeto com esse excelência", destacou.

Marco Ricca também falou sobre a parceria de sucesso. "Acho que um dos trabalhos mais gratificantes que eu fiz foi com a Ana [Azevedo] e já tinha uma profunda admiração pelo Jorge [Furtado], sempre quis trabalhar com ele. Quando pintou o convite, eu nem sabia exatamente o que era direito, só falei: 'tô indo’! Não sabia que ia ser tão bom", vibrou.

A união entre a Rede Globo e a Casa de Cinema de Porto Alegre não vem de agora. A parceria já rendeu diversos trabalhos de sucesso e o mais recente deles foi o quadro A História do Amor, estrelado por Daniel de Oliveira e Fernanda de Freitas, no Fantástico.

O programa tem criação de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo, redação final de Jorge Furtado e Mauro Wilson, direção geral de Jorge Furtado e direção de Ana Luiza Azevedo e Olivia Guimarães.

Fernanda Montenegro começou resumindo o sentimento de todo o elenco: "É um projeto que vem sendo feito de uns dois anos para cá. Nós nos encontramos em uma felicidade total, não só pelo companheirismo, mas pela integração, pelo gosto pela atuação. Nós nos propusemos a emanar humanidade nesse produto, o que o brasileiro tem em sua alegria e sua tristeza."

O diretor Jorge Furtado concorda: "A história é comovente, é engraçada... Eu acho que as histórias que mais têm a ver com a vida são as comédias tristes".

Apesar de toda a experiência, a dama da TV garante que este trabalho tem um gosto especial para ela: "Toda essa carga, essa herança da comédia de costume... Voltar a isso, para mim, foi como voltar à minha infância teatral e também televisiva. Eu tenho um passado de novela das 21h e, de repente, pegar uma senhorinha como esta... É muita alegria."

Matheus Nachtergaele acredita que é esta felicidade é o que marca o clima no set: "Tem sido muito agradável vir para o trabalho. Fazia muito tempo que eu não vinha para o trabalho tão contente". A atriz Drica Moraes faz coro: "É um cotidiano em êxtase. Como se a gente falasse de um cotidiano alegre (no seriado) e também vivesse nessa órbita."

Para todos, contracenar com Fernanda Montenegro é o grande privilégio de trabalhar na série. E os mais jovens garantem que o pique da atriz é às vezes maior que o deles. "Ela dá uma canseira na gente. Até quando estamos esperando o elevador a vemos indo de escada. E não é só fisicamente, a cabeça também", conta Daniel de Oliveira.

Já para a diretora Ana Luiza Azevedo, ter Fernanda no elenco aumenta a responsabilidade: "Às vezes a gente pensa: 'Não posso dar isso aqui para ela ler. Então, a gente trabalha muito mais."

Mas a grande dama demonstra humildade e revela sua inspiração para compor dona Picucha: "Eu trouxe todas as velhas da minha família. Todos de uma força incrível. Até alguns homens também." E com a mesma serenidade, Fernanda brinca ao falar sobre a rotina depois de ser premiada com o Emmy por sua personagem: "Não ganhei nada, não mudou nada. Eu ganhei o prêmio com a Picucha. Voltei e estou de novo com a Picucha."
Veja Mais Fotos:

Jornal Popular

Rua Presidente Vargas, 542 - Caixa Postal 31

Nova Prata/RS - CEP: 95320-000

Email: jornal@jornalpopular.com.br

Fone/Fax: (54) 3242 1907

cardume.net
agência digital